‘Live’ sobre agroecologia e consumo consciente

‘Live’ sobre agroecologia e consumo consciente

Evento online também irá divulgar a ‘Vakinha’ criada para apoiar agricultores (as) agroecológicos (as) para continuarem produzindo em segurança no interior do Amazonas, em meio à pandemia

O músico e pesquisador André de Moraes promove nesta segunda-feira, a partir das 20h, a live ‘Agroecologia e Consumo Consciente’ com o objetivo de fortalecer as ações da Rede Maniva de Agroecologia – REMA, no contexto da pandemia. 

“Nós temos duas edições de feiras orgânicas em Manaus e estamos vindo de uma experiência de converter o local das feiras em pontos de compra sem permanência e com as medidas de prevenção necessárias como distanciamento, máscara, álcool em gel, monitoramento para a não permanência de pessoas no local, etc. Mas, com o agravamento da situação, nos vimos na demanda de cessar a vinda da (o)s agricultora(e)s para Manaus, em sua maioria idosa(o)s, para evitar a exposição”, informa André.

Por conta da situação atual, a REMA assumiu a logística dessa produção e tem ido até as propriedades buscar a produção cuja venda está sendo feita via um site de compras com pagamento online e as retiradas estão sendo as quintas feiras entre 16h e 17h na sede da Associação de Funcionários do INPA (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia).  “A live tem o objetivo de divulgar as ações da REMA, divulgar a nova forma de comercialização e o projeto de financiamento coletivo que temos na internet que visa bancar toda essa logística e uma parte dos custos, uma vez que o trabalho operacional é voluntário dos membros da REMA”, enfatiza André.

Roda de conversa e música

A roda de conversa contará com a participação de Marina Reia e Elisa Wandelli, da Rede Maniva de Agroecologia – REMA; Renatinha ‘Peixe-Boi’, do Movimento Slow Food Manaus e Thabitta Menta – Comunidade que Sustenta a Agricultura.

Renatinha ‘Peixe-Boi’

Segundo André, além do debate, também haverá uma apresentação sua com repertório animado que contempla música regional, brega, boi-bumbá etc e, ao final, acontecerá o sorteio de um exemplar do livro “Receitas Amazônicas”, da nutricionista Neide Rigo.

‘Vakinha Virtual’ para a REMA

A  proposta da ‘Vakinha’ é apoiar agricultores (as) agroecológicos (as) para continuarem produzindo em segurança.

O valor arrecadado será utilizado para: apoio logístico com combustível,  manutenção de  veículos, entrega dos produtos aos consumidores, caixas plásticas, soluções desinfetantes (hipoclorito, sulfato de cobre, sabão neutro,  Equipamento de Proteção Individual (EPI) e apoio financeiro a família de agricultores com membro que eventualmente possa ser contaminado pelo Covid-19.

A Rede Maniva de Agroecologia apoia hoje um total de 80 famílias de agricultores.

informações, acesse:  http://vaka.me/1013302 

Sobre André de Moraes

André de Moraes é pesquisador ou, como gosta de se intitular, é ‘cientista não-praticante’ – geógrafo e Mestre em Ciência do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, ambos pela Universidade Federal do Amazonas, artista-músico e poeta autodidata.

Atua na pesquisa na Amazônia há mais de 10 anos com vasta experiência em atividades de campo no Amazonas em pequenas cidades, comunidades rurais e/ou ribeirinhas, unidades de conservação, territórios indígenas entre outros.

André de Moraes

Na parte artística, é músico autodidata desde os 10 anos de idade quando começou a tocar violão e cantar. Desenvolveu a música paralelamente à pesquisa na sua primeira banda, Eletricidade Mambembe, iniciada ali entre 2008 e 2009 que era formada por membros do Laboratório que fazia parte no Inpa, tendo tocado em festas da Universidade Federal do Amazonas e do próprio Inpa.

A opção por se dedicar menos a pesquisa em 2016 e o interesse pela música resultou nos seus primeiros projetos musicais, que agora estão mais focados na percussão, especificamente em tocar Djembe – um tipo de tambor originário de Guiné, na África Ocidental.

Com informações e fotos da assessoria

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*